Apple promete revolucionar a forma de alugar filmes

Segundo o portal especializado em estatísticas “Statista”, há oito anos a Apple é a pioneira na corrida não oficial para se tornar a primeira companhia na casa dos trilhões de dólares, mesmo com o preço das ações apresentando os maiores altos e baixos da última década.

A Amazon, segunda colocada na busca pela cifra, assume uma posição notável já há alguns anos. Sua capitalização de mercado foi de US$ 34 bilhões em maio de 2009 para US$ 783 bilhões atualmente. Ainda assim, na dianteira, A Apple apresenta um desempenho surpreendente: saiu de US$ 121,2 bilhões em 2009 para US$ 923,6 bilhões em maio de 2018.

Também pioneira em desenvolvimento de recursos e soluções, a empresa criada por Steve Jobs deu início, na última segunda-feira (4), à conferência anual da marca para desenvolvedores, a Apple WWDC 2018.

Durante o discurso mais importante, a companhia anunciou as novidades e melhorias desenvolvidas e, principalmente, que responderá aos pedidos de fãs de cinema com a adição de novos recursos importantes à Apple TV 4K – a serem introduzidos nos próximos meses. Dentre eles, o suporte para som Dolby Atmos.

O Dolby Atmos, caso você não esteja familiarizado, não direciona os efeitos sonoros em torno de um conjunto de alto-falantes de som surround como os dos sistemas Dolby Digital, DTS Master HD ou Dolby Pro-Logic. Na verdade, ele cria uma bolha de som – ajudada por alto-falantes extras, reais ou virtuais, acima de você – nos quais são colocados efeitos precisos para tornar a experiência um espaço de áudio tridimensional coerente.

A inclusão de um formato de som ‘objeto-base’ premium, como Dolby Atmos, corrige o que há muito parece ser uma omissão evidente na Apple TV 4K. Afinal, ao lado da imagem de seu serviço de filmes, a caixa de streaming da Apple suporta recursos premium como resolução nativa 4K e vídeo de alta faixa dinâmica.

Em uma boa notícia, a Apple também confirmou que todos os filmes comprados no iTunes terão, automaticamente, suas trilhas sonoras atualizadas para Dolby Atmos sem custo extra, uma vez que o áudio é introduzido como parte do tvOS 12.

Obviamente, será preciso ter um sistema de som compatível com Dolby Atmos para tirar proveito do novo recurso de filme da Apple TV 4K. E eles costumavam ser bastante proibitivos e difíceis de instalar, mas nos últimos anos pudemos presenciar a chegada de algumas novas soluções de sistemas de som Dolby Atmos impressionantes, convenientes e acessíveis.

Os fãs realmente sérios de som de alta resolução em filmes devem observar que a versão do Dolby Atmos suportada pela Apple TV 4K é “DD +” – uma versão relativamente compacta projetada para se adequar ao streaming quando comparada ao sistema de transmissão Dolby TrueHD usado em 4K Blu-ray. Assim, o som Dolby Atmos da Apple TV 4K não soa tão antigo e dinâmico como uma boa trilha sonora Blu-ray 4K Dolby Atmos. Mas mesmo uma mixagem DD + Dolby Atmos ainda pode soar claramente superior a uma trilha sonora sem um ‘objeto-base’.

A adição do Dolby Atmos à especificação da Apple TV 4K a torna um concorrente potencial com ainda mais força para o formato de disco Blu-ray 4K. E, sem dúvida, torna a solução de streaming de filmes mais séria – especialmente quando o preço das obras HDR do iTunes 4K são iguais aos de HD.

Deixe sua opinião aqui:

Direto da Redação
A BBU – Brazilian Business USA é uma plataforma voltada para incentivar o empreendedorismo criativo e ideias inovadoras conectando brasileiros empreendedores através da troca de experiências, networking, conteúdos digitais, eventos e workshops ao redor dos Estados Unidos. Email: redacao@brazilianbusinessusa.com
Direto da Redação on FacebookDireto da Redação on InstagramDireto da Redação on LinkedinDireto da Redação on Twitter